24 de fev de 2016

Palestra Delfim Neto - Rumo da Economia - Retomada do Crescimento



Ontem tive o privilégio de estar no evento da RedeTV no hotel Renassaince em São Paulo onde diversos palestrantes explanaram sobre o tema mais discutido da atualidade: Crise Atual e Os Rumos da Economia Brasileira. Dentre eles quem mais se destacou foi Delfim Neto, que descontraído e em tom de aula de faculdade explicou com simplicidade o que aconteceu e quais são as ações necessárias para sairmos dessa crise. Já de início deixando claro que não será fácil.
 
A Palestra começa com Delfim falando de Crescimento: "Crescimento é um Estado de Espírito. É preciso retomar a confiança. Só cresce quem acredita que vai crescer" .
 
Todas as pessoas que estão presentes desde cônsules a estudantes universitários estavam no evento para entender algumas questões básicas: Afinal, o que aconteceu? Como chegamos até este ponto? Como a crise foi Criada? O que é necessário fazer para sair dela? Quanto tempo vai durar?
 
São perguntas básicas mas, de resposta complexa que Delfim Neto conseguir simplificar com clareza para o entendimento de todos.
 
Dentre as principais causas da crise foram citadas: a) A Valorização do Real onerou a indústria nacional dificultando a exportação e motivando a impostação criando uma balança comercial desfavorável; b) Crescimento do Consumo motivado pela Importação (Estava barato comprar fora, apesar dos impostos elevados o câmbio era muito favorável. c) Os subsídios e as desonerações não surtiram o efeito esperado. Não foi suficiente para compensar o efeito do câmbio valorizado. d) Crescimento Exponencial dos Salários. Défice Público aumentando com o controle das tarifas públicas pelo Governo (desde 2012 governo vem intervindo na economia artificialmente em vez de fazer os ajustes necessários) e) Destruição Fiscal deliberada para continuar no poder (reeleição).
 
Para sair desta crise e voltar a crescer dependemos de 2 vetores principais : a) Exportação (com a desvalorização cambial ela volta naturalmente a crescer) e b) Investimentos ( aí tem sido a parte mais difícil da equação. Para que os investimentos voltem é necessário restabelecer a confiança)
 
Para que a confiança volte são necessárias algumas ações : 1) Reforma da Previdência (o sistema não funciona aritmeticamente - necessário aumentar idade e formas de cálculo); 2) Eliminar vinculações dos gastos orçamentários vinculados estabelecidos em constituição após o plano real. 3) Eliminar as indexações com o salário mínimo. O salário mínimo é um instrumento de inclusão social mas, não pode ser usado como indexador para tudo. 4) Passivos Trabalhistas - modelo alemão de negociação entre trabalhadores e patrões. Reduzir encargos e acabar com o indústria do processo trabalhista.
 
O impeachment da Dilma não é necessário para restabelecer a confiança? A probabilidade do impeachment acontecer é remota, tem que ter provas e evidências. Não podemos contar com isto. Então como item  teríamos 5) Restabelecer link entre a sociedade e o poder executivo. O executivo deve reassumir a liderança e debater propostas com a sociedade.
 
Fazer tudo isso leva tempo e o Brasil aguenta até lá? AGUEEENNTAAAA!!! (já tivemos momentos piores com inflação de 80% ao mês e estamos aqui)




22 de fev de 2016

A Retomada do Blog no Ano em que Completará 10 anos - Um Blog Pioneiro

Hoje estava organizando as fotos de minhas obras e preparando um portfolio de cada uma delas. Então lembrei que algumas delas como o Edifício Birmann 21, os residenciais Chateau Margaux e Lafite, Ventura Towers já tiveram algumas matérias publicadas e pensei: Por que não retomar o Blog que estava paralisado desde 2014 e aproveitar nesta retomada para postar informações de meus últimos projetos, que aliás foram emblemáticos. 

Assim no ano em que o Blog papo de obra completará 10 anos irei retomá-lo primeiramente com meus próprios projetos e depois com outras obras relevantes do mercado sempre buscando a inovação tecnológica, os sistemas de gestão, as façanhas logísticas, e os resultados extraordinários obtidos por times realmente vencedores. Até lá.




21 de ago de 2014

O Papel da Liderança em períodos de estagnação de mercado

A desaceleração da economia e impacta os resultados das empresas, que correm o risco de ver a desmotivação e o desânimo se instalar  nas equipes, que sentem a pressão - afinal o caixa deve ser preservado. Neste momento, algumas qualidades devem ser priorizadas:

a) Resiliência (para não deixar a motivação cair);

b) Eficácia (fazer somente o necessário,  eliminando etapas desnecessárias,  e economizando recursos)

c) Criatividade (São nos momentos de dificuldade que surgem as melhores ideias)

d) Visão de Médio Prazo (manter o foco na estratégia e nas ações necessárias para cumprí - las de tal forma que a retomada da empresa seja rápida depois que a economia se recuperar)

e) Ser Otimista (acreditar em um Brasil melhor e que o novo presidente eleito comprar com o papel de levar o país adiante  no caminho da prosperidade através da implementação das reformas e ajustes necessários na economia)