13 de nov de 2008

Ações e Planejamento em Marketing



Criar uma estrutura voltada à excelência é um desejo comum às empresas, pois desta forma é possível gerar produtos e serviços melhores, sem esquecer de que cada etapa está ligada diretamente com a outra e com as demais.


É interessante observar que as organizações têm o interesse em aprender, mas que muitas não conseguem aplicar muito tempo para o estudo constante, que engloba a própria empresa, seus colaboradores, fornecedores, consumidores e concorrentes.


O que ocorre é fruto de um planejamento que não é bem elaborado, quando existe, e pode levar uma organização a perder o foco principal que a mantém viva, isto gera uma dúvida sobre as ações que serão tomadas, bem como quais serão as estratégias utilizadas.


Mas além de construir um planejamento sólido é necessário pensar, refletir sobre os dados coletados, ouvir seu consumidor e estar atento às evoluções tecnológicas e mentais das pessoas, pois a dinâmica do mercado exige uma atenção muito especial.


Muitas organizações deixaram suas marcas no mercado, não se adaptaram às mudanças e deixaram de ser competitivas, porque o seu público-alvo percebeu que o concorrente o atendia melhor.A eficiência de um planejamento depende da cultura da organização, onde não há um ambiente favorável ao pensamento, desenvolvimento, criação, pesquisas etc. é provável que não se tenha um produto ou serviço de excelência, que encante os consumidores.


Logicamente existem empresas que procuram planejar suas ações, criando um caminho a ser seguido, onde estão inseridos os concorrentes, as práticas que melhoram a relação com o cliente e ainda assim trazendo números que apontam a oferta e demandas de mercado.


Só que algumas empresas direcionam seu foco exclusivamente para a produção, sem se importar com o consumidor, seus fornecedores e toda a rede que envolve uma empresa no mercado, o que deixa claro que o produto ou serviço pode ser dispensado futuramente.


Então surgem pessoas que optam por pesquisar e desenvolver estratégias, querem conhecer seu consumidor e dão à organização uma oportunidade única de mudar sua história no mercado, atendendo os seus clientes e ampliando sua fatia de mercado.


Mas cada empresa pode ser a responsável pela sua história no mercado, cuidando melhor de si própria e ouvindo o consumidor, planejando suas ações, conhecendo os concorrentes e desenvolvendo produtos e serviços em um nível de qualidade superior.


Quando a empresa consegue planejar tem mais oportunidades disponíveis, encontra um caminho mais rapidamente e não deixa seu futuro nas mãos dos concorrentes.


por: Rafael Mauricio Menshhein 30/12/2007

fonte: Portal do Marketing

Nenhum comentário: