16 de nov de 2008

A casa ecológica







Uma proposta que reúne tecnologia, conforto e coerência com os princípios ambientais



A "Casa Ecológica" foi idealizada objetivando demonstrar procedimentos adequados do ponto de vista ecológico na construção civil e abrigar atividades relacionadas à educação ambiental.



Destaca-se que o conceito de "Casa Ecológica" passa, necessariamente, pela adoção de critérios coerentes com a política de gerenciamento ambiental, quer seja na escolha dos materiais construtivos, como nas técnicas de aproveitamento dos condicionantes naturais (sol e vento), no tratamento dos resíduos oriundos do uso (p. ex. esgoto) e na busca de racionalização e eficiência energética.



O sistema construtivo básico adotado denomina-se “viga-laje”, já testado anteriormente na Estação Científica do Arquipélago de São Pedro e São Paulo. Tal técnica foi escolhida em função de o sistema possibilitar a união dos aspectos positivos da madeira com a resistência do aço proporcionando grande flexibilidade nas soluções arquitetônicas, com garantia de durabilidade e pouca manutenção. Além disso, o sistema permite o desmonte e remonte da edificação em outro local de condições semelhantes – condição desejável para a Casa -, rapidez de montagem, facilidade de manutenção e possibilidade de desenvolvimento de habitação de interesse social por ajuda mútua e/ou mutirão.



As diretrizes principais constituíram-se no uso de materiais construtivos renováveis - na medida do possível -, aproveitamento dos condicionantes naturais (sol e vento), no tratamento dos resíduos oriundos do uso e na busca de racionalização e eficiência energética.


No aspecto relacionado à escolha dos materiais, a madeira foi eleita como matéria prima fundamental, especialmente considerando ser este o único material realmente renovável na construção civil tradicional.


Procurando aliar os conceitos ambientais com a situação deficitária de habitação no país, o projeto foi desenvolvido para servir de parâmetro para moradias de médio poder aquisitivo, podendo, com alterações, vir a ser produzida em série para conjuntos habitacionais destinadas às famílias de baixa renda.


Todos os ambientes foram concebidos a partir da técnica construtiva adotada, cujo posicionamento dos painéis buscam o travamento das componentes da edificação, formando uma unidade estrutural íntegra.


Cristina Engel de ALVAREZ Profª Assistente UFES, Doutoranda pela FAUUSPArquiteta coordenadora do Laboratório de Planejamento e Projetos LPP/CAR/UFES
Patrícia M. Cony DANTAS - Mestranda pela UFRJ - arquiteta do LPP/CAR/UFES
Marcelo S. FIOROTTI - Arquiteto Paisagista do LPP/CAR/UFES
Maristela GAVA - Arquiteta pelo LPP/CAR/UFES
Julio Eustáquio MELO Prof. Assistente UnB, Engenheiro coordenador do depto. de engenharia do Laboratório de Produtos Florestais LPF/IBAMA-DF

Nenhum comentário: