18 de nov de 2008

História do Six Sigma


A Motorola afirma que foi o seu pessoal quem inventou o Six Sigma, mas os princípios por trás da metodologia datam de 1809. Foi quando Carl Gauss, um matemático alemão, publicou a "Theoria Motus Corporum Arithmeticae". Nesse livro, Gauss apresentou o conceito de curva de sino, uma forma que pode sempre representar a variação do que ocorre em um processo controlado.

Antes de mergulharmos nos fundamentos estatísticos da curva de sino, vamos falar um pouco sobre variação. A variação é definida como desvio de expectativa. Todo processo e atividades possuem variações inerentes: se você estiver fazendo objetos, cada um terá uma leve variação; se estiver girando um taco de beisebol, cada giro será diferente do giro anterior; e se estiver assinando seu nome, cada assinatura irá conter diferenças sutis que nenhuma outra assinatura terá. A variação é inevitável e irrevogável. O difícil, claro, é limitá-la. Um pouco de variação é provavelmente normal, mas variações demais levam aos tipos de defeitos que descrevemos na última seção.

O histograma fornece uma representação visual da sua variação. Note que a variação se espalha igualmente pelo alcance de valores. Isso é chamado de distribuição normal e o resultado é uma curva em formato de sino. O diagrama abaixo mostra a mesma distribuição com a curva de sino sobreposta.



Nenhum comentário: