12 de abr de 2009

Habitação Popular - Moldagem in loco de paredes de concreto



Os construtores têm encarado a moldagem in loco de paredes de concreto como a alternativa industrializada mais viável para a produção de unidades habitacionais em larga escala. Alta produtividade, custos competitivos e familiaridade com material e processo de execução são fatores importantes na escolha dessa solução tecnológica.

Executadas com concreto celular auto-adensável, as unidades são produzidas à razão de uma a cada dois dias. As fôrmas de alumínio podem ser utilizadas 1.500 vezes. "Mas a produtividade com a fôrma não é tudo, você precisa ter uma grande escala de produção que possibilite uma economia na compra dos outros insumos"

fonte: Revista Téchne

Um comentário:

Ana Lucia disse...

Gostaria de saber como é possível para a clientela de baixa renda - 0 a 3 slários mínimos - fazer reformas e ampliações em casas com tal tecnologia.Ana Lúcia Augusto de Oliveira - Arquiteta -CREA 6808/DF