10 de abr de 2009

Popular com tecnologia







Condomínio de habitações populares em Curitiba tem frames de madeira como estrutura e painéis de OSB ( oriented strand board ) nos fechamentos. Obra desmistifica uso de materiais industrializados como "coisa de rico".

O conceito, a tecnologia e até o projeto vieram dos Estados Unidos.

Mesmo assim, o light wood frame chega ao Brasil como una alternativa em sistemas construtivos industrializados, sobretudo para habitação de interesse social. O método foi empregado nas obras do Porto Primavera, em Curitiba, e a ligação com os Estados Unidos é tão grande que a construtora Malacon se refere ao empreendimento e ao sistema como UShome, em vez de chamá-lo pelo nome do condomínio.

Se a tecnologia veio da América do Norte, os materiais são predominantemente nacionais. Na realidade, apenas o OSB (chapas de fibras orientadas, em inglês) não foi produzido no Brasil. Como a produção do composto resistente a cupins não havia começado na época em que se iniciou as obras do segundo módulo, a construtora Malacon foi obrigada a usar o material importado da Alemanha. O OSB anticupim só passou a ser produzido no Brasil no início deste ano. Com insumos made in Brazil , o custo relativo do sistema cai e se toma mais competitivo em comparação à construção de alvenaria. "Estimo que tenha saído 20% mais barato do que em alvenaria", afirma Maurício Trindade Malafaia, diretor da Malacon.

fonte: Revista Téchne - Fevereiro de 2002

Nenhum comentário: