22 de jun de 2009

MERCADO IMOBILIÁRIO PARA AS CLASSES C E D - COMO CONQUISTAR UM MERCADO DE R$ 620 MILHÕES


Estudo inédito do Data Popular sobre o mercado imobiliário e as classes C e D será apresentado ao mercado em evento organizado pela Fernandez Mera Sol


Todo ano surgem no Brasil 1,2 milhões de novas famílias, 80 % delas nas classes C, D e E. O Data Popular mostrará que nos próximos dez anos essas novas famílias da base da pirâmide constituirão a grande demanda do setor imobiliário. Compreender o universo desse novo consumidor e entender que o setor imobiliário precisa deixar de ser elitista é vital para construtoras e imobiliárias.


Esse é o tema da palestra organizada pela Fernandez Mera Sol, ministrada pelo especialista em consumo de baixa renda Renato Meirelles, sócio-diretor do instituto Data Popular, que acontecerá no dia 04 de junho, próxima quinta-feira. "Embora apenas 16,3% dos brasileiros morem em habitações alugadas, dados comprovam que 54% dos brasileiros têm na casa própria o maior sonho de suas vidas", afirma Meirelles.


Ainda segundo o especialista, a baixa renda procura uma construtora que a auxilie em todos os processos de aquisição do seu imóvel, que seja transparente, confiável e que seja parceira na realização desse sonho.


A CLASSE C e D E O MERCADO IMOBILIÁRIO· Todo o ano, surgem no Brasil 1,2 milhões de novas famílias. 80% nas classes C, D e E· Apenas 16,3% dos brasileiros pagam aluguel. Mesmo assim, o maior sonho da população é a casa própria (54%). Isso ocorre porque:- Grande número de futuras famílias que hoje moram com os pais- Jovens casais que moram na casa do sogro· O jovem de alta renda compra o primeiro imóvel, o de baixa renda compra o que provavelmente será o único imóvel de sua vida· 75% dos consumidores de classe C tem algum tipo de receio ao comprar um imóvel, contra 45% na classe A· O consumidor de baixa renda prefere permanecer no bairro onde mora.


Um comentário:

Fernando Henrique Neves disse...

Muito bom esses post de habitação para classe C e D. Parabéns pelo BLOG.