16 de out de 2012

Racionalização da Construção em Edificações - A Solução Chilena












A construção chilena é racionalizada desde o projeto. A produção é dividida em setores de lajes/paredes , com instalações concretadas no interior destas paredes e interligando-se aos shafts. Tudo muito simples e enxuto. A racionalização faz parte da cultura de construção chilena.

O ponto negativo do sistema é que se dá muito pouca importância a limpeza e organização da obra, e também as soluções para proteções coletivas deixam muito a desejar. O investimento só é feito naquilo que fica incorporado ao produto.

No detalhe pode-se ver ainda a Bandeira Chilena, hasteada por todos os lados e inclusive no canteiro de obras. Este orgulho á algo que nós brasileiros temos a aprender com os chilenos.

Casas Pré-Fabricadas à Chilena

Como se sabe o Chile é um pais que sofre incidência de terremotos. Diante disso não seria possível executar as casas pré-fabricadas americanas da mesma forma que são projetadas nos estados unidos. A solução foi criar uma casa mista cujo andar inferior é construido de paredes de concreto maciça e o andar superior nos moldes do sistema americano - com painel dry-wall OSB com isolante termo-acustivo, forros removíveis, e siding de vinil . O resultado é um sistema extremamente eficiente e de baixo custo, visto que no Chile o imposto sobre os materiais de construção importados é de 19% , o que viabiliza o sistema.













San Alfonso Del Mar - Criatividade Chilena






San Alfonso Del Mar é um balneário antigo e tradicional do Chile e é frequentado por moradores de Santiago do Chile que costumam ter lá sua residência de veraneio.

O problema: O litoral chileno é bastante acidentado, com muitos trechos de mar bravo e águas geladas. Devido a grande quantidade de mortes dentre os banhistas a praia de San Afonso del Mar foi proibida aos banhistas. Isto gerou uma grande desvalorização imobiliária no local.

No entanto, alguns chilenos visionários enxergaram uma oportunidade - os valores de terreno baixos era um atrativo mas, como tornar novamente San Alfonso de Mal atrativo aos chilenos?? Desta indagação veio uma solução criativa - uma enorme lagoa artificial (de água salgada) , navegável e com piscinas inseridas nela. Tudo isso em m condomínio com excelente infraestrutura de lazer (com restaurantes, bares, serviço de piscina, etc). Criou-se o conceito de condomínio Resort.

Algum desavisado pode pensar que a ideia foi simples e que não é tão inovadora assim afinal trata-se de uma mega lagoa executada com vinil da Dupont, com durabilidade de 20 anos. Uma irmã próxima das piscinas de vinil cada vez mais populares no Brasil.

Mas, quem pensou assim estava enganado. O grande desafio da lagoa é ter um sistema de tratamento da água eficiente que garanta a transparência e salubridade da água. Surge ai a empresa Crystall Lagoons, que patenteou a solução e desde então vem criando paraísos artificiais pelo mundo.

Um solução simples, com desenvolvimento tecnológico que demandou 7 anos de pesquisas empíricas (tentativa e erro) até chegar ao que vemos nas fotos acima. O empreendimento foi um sucesso e hoje está sendo replicado em diversas partes do Globo.

OBS: O dia não estava muito bom para fotos. A primavera fria do Chile nos proporcionou dias nublados e com sol bem fraco. Imagine o que seria então estas fotos no verão.